quarta-feira, janeiro 10, 2018

Radical spot


O Radical Spot é um quiosque à beira-mar plantado que nos proporciona «pequenos-grandes» momentos.

(Caneta caligráfica, carimbo e lápis de cor)                                                                                    «in situ»

terça-feira, janeiro 09, 2018

Parque Urbano

Este foi dos primeiros desenhos que fiz este ano. Aproveitei enquanto o meu filho se divertia com os seus novos patins. Raramente venho passear ao parque urbano, esqueço-me sempre que é tão agradável.

(Caneta caligráfica, carimbo, lápis de cor e tinta da China)                                                                                                                    
 «in situ»

sexta-feira, janeiro 05, 2018

sala de espera

Ficar à espera - e... ESPERAR - nunca me deu tanto prazer.


(Caneta caligráfica e lápis de cor)                                                                                                                                                         «in situ»

quarta-feira, janeiro 03, 2018

encerrar 2017

Tenho-me desleixado na minha rotina gráfica, mas fiz questão de encerrar o ano com o que mais gosto de fazer, aproveitando para semear esse prazer...
... concluí com este desenho feito à pressa porque optei por almoçar e me envolver na conversa.
Despedi-me de 2017 abraçando um conjunto de cadernos que, para minha surpresa, atingiu um número razoável. Desejo que em 2018 permaneça, em mim, este gosto pelo desenho.

Deixo aqui um abraço a todos os USK e faço votos de um feliz e próspero 2018!

(Caneta caligráfica, carimbo e lápis de cor)                                                                                                                                                 «in situ»

segunda-feira, janeiro 01, 2018

O Natal



O Natal é reconfortante, sobretudo quando conseguimos reunir a família....


(Caneta caligráfica e lápis de cor)                                                                                                                                                         «in situ»

terça-feira, dezembro 19, 2017

30º Encontro USkP Açores | Igreja de São José


O Encontro na igreja Paroquial de São José, em Ponta Delgada, foi uma caixinha de surpresas. O Pedro Pascoal foi-nos «abrindo as portas» e perdemo-nos a ver, a ver e a espreitar os recantos mais incríveis. Embora nos tivessem aberto a porta relativamente cedo, o tempo voou, sobrou-nos meia hora. Consegui fazer apenas dois desenhos, o segundo, por falta de tempo, colori em casa, o primeiro, fi-lo rapidamente no local.




sexta-feira, dezembro 01, 2017

Desenhar com (V) Beatriz Brum

O encontro foi na Lagoa, no Ateliê da Beatriz Brum e do João Ramos. Foi engraçado, logo de inicio apareceram dois Estrangeiros que vinham à nossa procura para participarem no desenhar com (V), a
Cathy Prior dos USk New York e o Jim de Martino do Connecticut, foram muito simpáticos connosco.
A Anfitriã recebeu-nos calorosamente com simpatia e um lanchinho que nos acompanhou durante toda a tarde. Após mostra de trabalhos e explicação do seu processo criativo a Beatriz desafiou-nos propondo um desenho feito por camadas. 
                                                                                                          



À falta de luz, porque o dia estava cinzento e chuvoso, a Beatriz propôs-nos que, em vêz de procurarmos isolar as superficies iluminadas, destacando-as dos elementos percecionados por nós, desenhássemos como habitualmente e numa segunda camada (transparente) destacássemos alguns elementos. Resolvi o meu exercício, simplificando por nivelamento as superficies e a cor apliquei-a por associação tipológica e cromática com a realidade ou simbologia.
Foi diferente, gostei!

(Aguarela, grafite, caneta caligráfica, carimbo e lápis de cor)                                                                                                                   «in situ»

quinta-feira, novembro 23, 2017

No porto dos Batéis


 Tentei, tentei, tentei... e não é fácil.

(Aguarela, grafite, caneta caligráfica, carimbo e lápis de cor)                                                                                                                   «in situ»

quarta-feira, novembro 22, 2017

Piscina do Porto dos Batéis - Feteiras

Em dia de pescaria, encontrei a Piscina das Feteiras completamente destruída. Ainda assim, sentei-me na fajã a desenhar...
No fim, fiz um borrão de vieux-chêne num dos desenhos... acontece!
O Porto dos Batéis faz-se numa Fajã, a encosta é altissima e parece desmoronar-se sobre nós.


(Aguarela, grafite, caneta caligráfica e lápis de cor)                                                                                                                   «in situ»